O ENVELHECIMENTO E A SÍNDROME DA IMOBILIDADE

Você sabe o que é a Síndrome da Imobilidade? O envelhecimento é um fenômeno fisiológico natural que faz parte da vida. Ao longo dos anos, as pessoas perdem massa muscular e têm um desgaste articular. No entanto, quando essas condições não são cuidadas ocorre uma progressão, que dificulta a realização de tarefas diárias e, principalmente, reduz a mobilidade. As causas desse distúrbio são múltiplas, entre elas a alteração no equilíbrio postural, quedas, medo de cair, limitação da marcha, perda da independência e autonomia, imobilidade no leito e demências.

A perda da imobilidade exige acompanhamento de um profissional especializado. A fisioterapeuta motora da Clínica de Transição Paulo de Tarso, Ingrid Lima, explica que muitos pacientes acamados chegam à instituição com essa síndrome e que é imprescindível agir preventivamente para manter a capacidade funcional por mais tempo possível: “entendemos que as perdas fisiológicas acontecem, mas não impactam necessariamente na funcionalidade desse indivíduo. Exercícios de equilíbrio e marcha são recomendados, além da adaptação de uso de bengalas e andadores. Também trabalhamos a questão do medo, que é muito comum entre os pacientes, que ficam com receio de cair. Com ganho de força e estabilidade, damos mais segurança para ele se movimentar”.

Compartilhe:

Mais posts

DISARTRIA PÓS-AVC

A disartria é uma alteração da fala provocada por um distúrbio neurológico, como um AVC, paralisia cerebral, esclerose múltipla, doença de Parkinson, entre outros transtornos

ANEURISMA E AVC

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) e o Aneurisma são doenças que afetam muitas pessoas pelo mundo e se correlacionam, já que a ruptura de um